Setembro Amarelo | Ação de conscientização foi desenvolvida hoje dia 10 na Praça Celso Ramos

As ações seguem até dia 29 deste mês de setembro em todo município de Orleans

A Prefeitura de Orleans por meio da Secretaria Municipal de Saúde e com apoio do Núcleo apoio a Saúde da Família – (Nasf) e do Centro Universitário Unibave, está integrada à campanha nacional de prevenção ao suicídio, denominada “Setembro Amarelo”. A campanha segue durante o mês com palestras em escolas, rodas de conversa, simpósios e atendimentos. Profissionais da saúde também entregam material informativo falando sobre o tema.

Pelos números oficiais do Centro de Valorização da Vida – CVV, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior as vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. A Secretária de Saúde Luana Debiasi conta que o suicídio é um “problema de saúde pública, que vive atualmente em situação de tabu contribuindo para o aumento de vítimas”.

O suicídio no Brasil tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 09 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. Para a OMS a vontade de acabar com a própria vida é provocada pela “falta absoluta de perspectiva, e uma enorme sensação de desamparo e angústia”.

A Secretaria de Saúde e Ação Social de Orleans oferece ajuda. Os munícipes podem procurar a Unidade Básica de Saúde, que conta com uma equipe de profissionais aptos para atender quem precisa. O prefeito Jorge Koch garante que “os pacientes têm sua identidade anônima, e todo o atendimento necessário”, conta o chefe do executivo preocupado com os números que recebeu.

Fonte: Olhar do Sul

 

Compartilhar