Profissionais da Saúde, educação divulgaram a Campanha Setembro Amarelo no centro de Orleans neste sábado 29

Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde, Nasf e do Centro Universitário Unibave divulgaram a campanha

A Prefeitura de Orleans, e a Secretaria Municipal de Saúde com apoio do Núcleo apoio a Saúde da Família – Nasf e do Centro Universitário Unibave, está inserida à Campanha Nacional de Prevenção ao Suicídio, denominada “Setembro Amarelo”.

Neste sábado (29) uma equipe de colaboradores estava na praça divulgando e entregando panfletos da Campanha. A Secretaria de Saúde e Ação Social de Orleans oferece ajuda. As pessoas podem procurar a Unidade Básica de Saúde, que conta com uma equipe de profissionais aptos para atender quem precisa.

O que é o Setembro Amarelo?

Setembro Amarelo é uma campanha do Centro de Valorização da Vida, que busca provocar o diálogo sobre o suicídio para a sociedade. Desde 2015, o mês busca a conscientização e a prevenção do suicídio. No mundo todo, aproximadamente uma pessoa se mata a cada 40 segundos. Só no Brasil, o suicídio é a quarta causa mais comum de morte de jovens.

Como identificar?

Há alguns sinais que podem ser identificados por familiares e amigos como sendo de risco, auxiliando no diagnóstico e, portanto, na assistência. Eles devem compreender que a depressão e o suicídio não são uma estratégia infantil da pessoa para chamar a atenção, nem frescura. Colegas de trabalho também podem e devem representar um ponto de socorro. Os empregadores precisam buscar informações e achar formas de acolher.

Desinteresse pelas atividades que sempre foram prazerosas, sentimento de inutilidade e de culpa, cansaço extremo, irritabilidade, dificuldade de concentração e de tomar decisões e até mesmo falta de higiene com o próprio corpo são comportamentos de alerta. A pessoa tende também a achar que é um fardo para seus amigos e sua família, pode ter baixa qualidade de sono e, ainda, perder ou ganhar peso.

Importância do Setembro Amarelo

Muitas vezes a discussão sobre o tema é deixada para “depois”, como se existisse uma espécie de tabu sobre o assunto. É ignorada pela maioria das pessoas a dimensão do problema e a quantidade de pessoas que ele atinge. Infelizmente, tirar a própria vida tem se tornado um mal cada vez mais comum e os dados da OMS citados acima provam que a depressão, assim como os demais problemas que incitam o suicídio são sim um problema de saúde pública. A campanha Setembro Amarelo possui um site onde é possível não só aprender e entender melhor a importância de lutar contra esse problema, como é possível ajudar de várias maneiras a divulgar a ideia e ajudar o próximo.

Canais de Ajuda

CVV – Centro de Valorização a Vida

Ligue – 141 (24 horas, todos os dias)

Fonte: Olhar do Sul

Compartilhar