Orleanense sugere projeto de incentivo à padronização das calçadas na cidade

A cidadã orleanense Nilce Bertoncini Alves utilizou a tribuna livre durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Orleans para abordar dois assuntos que a preocupam no município. O primeiro foi a situação das calçadas, considerada precária por ela.

“Trafegar pelas calçadas da cidade está quase uma aventura, principalmente para cadeirantes, mães com carrinhos de bebês, gestantes, idosos e pessoas com muletas. As calçadas estão em situação péssima. Já que os proprietários não tomam uma atitude, seria bom que a Prefeitura, de uma maneira leve, faça uma campanha que motive essas pessoas a tomarem as providências necessárias”, sugeriu.

Em seguida, ela questionou sobre a Biblioteca Pública Jayme Mazon. “Essa biblioteca existe em Orleans, ou existia, ao menos. Só que ela sumiu, ninguém sabe onde foi parar”, apontou. “Jayme Mazon não é só um grande orleanense, mas sim um grande brasileiro. Ele fala seis línguas, faz palestra nas maiores universidades do mundo na língua do lugar para onde ele vai. Fala russo e escreveu um livro sobre a literatura russa. Eu trouxe hoje para que os senhores vereadores possam ver. Ele escreveu outra grande obra também sobre humanismo, ciência e engenharia, onde ele mistura essas três áreas. O prefácio é de outro grande orleanense e brasileiro, que é o Osvaldo Della Giustina”, acrescentou.

Os vereadores se pronunciaram após as explanações de dona Nilce e elogiaram o fato de ela lutar por causas de interesse de todos os orleanenses. Além disso, se colocaram à disposição para as providências acerca dos problemas apontados por ela. “Gostaria de agradecer à dona Nilce. Estamos sempre à disposição. Esperamos que mais pessoas sejam iguais à senhora e venham mostrar problemas coletivos, é assim que os cidadãos devem se manifestar”, ressaltou o presidente da Casa Legislativa, Pedro João Orbem (MDB).

Posteriormente, fizeram uso da tribuna, os vereadores Hildegart Thessmann Durigon (PSDB); Mirele Cruz Debiasi Perico (PSDB); Paulo Canever (PSD); Udir Luiz Pavei (PSD), o Dija; e o vereador Antônio Dias André (MDB), o Geada. Confira as manifestações na íntegra através do vídeo acima.

Ordem do Dia

Na Ordem do Dia, foram aprovados por unanimidade:

Indicação nº 27/2018, de autoria do vereador Antônio Dias André (MDB): “Que o Executivo Municipal faça a pavimentação asfáltica da Rua Samuel Ghisi, no distrito de Pindotiba. Nesta rua, está localizado o Centro de Educação Infantil Recanto do Saber”.

Indicação nº 28/2018, de autoria de todos os vereadores: “Que a Câmara de Vereadores repasse ao Executivo Municipal o valor de R$ 10 mil, provenientes das suas economias, para posterior transferência para a Festa do Agricultor e do Motorista na comunidade de Oratório”.

Projeto de Lei nº 31/2018, que autoriza a Prefeitura de Orleans, através do Fundo Municipal de Saúde, a conceder subvenção social à Fundação Hospitalar Santa Otília – FHSO, no valor de R$ 100 mil, , por meio de Termo de Fomento, para manutenção das despesas de custeio. O valor é referente à emenda parlamentar da deputada estadual Geovania de Sá.

Projeto de Lei nº 32/2018, que anula dotação orçamentária e abre crédito suplementar no valor de R$ 270 mil para auxiliar no custeio de todas as despesas referente às atividades culturais do município em comemoração aos 105 anos de emancipação político-administrativa e R$ 15,7 mil para repasse de recursos financeiros à Febave, visando a reforma do Museu ao Livre Princesa Isabel.

Compartilhar