Dados referentes à movimentação econômica do Setor Agropecuário no município são apresentados em reunião do CMDR em Orleans

4

Aconteceu na noite de quarta-feira (11/04), no Centro Administrativo de Orleans, a reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural – CMDR, onde foram abordados diversos assuntos, dentre eles, os dados referentes à movimentação econômica do Setor Agropecuário. Logo na abertura, o presidente da CMDR, José Carrer Neto, deu as boas vindas e ressaltou que sempre busca lutar pelo setor agropecuário em geral. “Procuramos olhar os produtores de um modo geral. E buscar sempre lutar por melhorias para o setor agropecuário em geral”, frisou.

Na oportunidade foi também apresentado José Henrique de Oliveira, Médico Veterinário designado pela Cidasc, para o trabalho de defesa sanitário no município de Orleans, resolvendo casos de doenças de interesse do Estado. “O que não pudermos resolver aqui, buscaremos por outras instâncias e até o Ministério da Agricultura se necessário,” ressaltou ele. Desta forma, Orleans passa a contar com o Icasa e a Cidasc no município.

Na pauta do dia foi abordado sobre equipamentos da Pasta da Agricultura, Nota Fiscal do Produtor Rural, Programa Porteira Adentro, Programa Aveia Azevém, Nota Fiscal Eletrônica, equipamento da piscicultura e a eleição da CMDR, que deve acontecer na próxima reunião, bem como a importância do representante de cada comunidade nas reuniões.

O Secretário de Agricultura Cristóvão Croceta, ressaltou na oportunidade que a secretaria tem buscado formas de fomentar a agricultura do município. O programa Porteira Adentro vem sendo colocado em pratica e esta em pleno funcionamento. “No entanto, é importante que o agricultor saiba que existe uma lista. O produtor vem, efetua o pedido e seu nome é colocado na lista de acordo com a ordem do serviço que necessita. Em alguns casos, é necessário aguardar alguns dias” pontua o Secretário.

O secretário ainda comentou que novos equipamentos para a agricultura já foram licitados e chegarão ao município em breve, para ampliar e melhorar ainda mais o atendimento.

Os números contabilizados no ano de 2017 no município dentro do Programa Porteira Adentro, com incio em maio de 2017, foi apresentado aos presentes. A quantidade de horas trabalhadas, bem como os valores arrecadados no Programa.

Ainda conforme o secretário, dos valores arrecadados parte foi repassado a Fundação Hospitalar Santa Otília.

Segundo o Engenheiro Agrônomo Lucas Menegasso Bagio, será iniciado em breve a entrega das sementes aos produtores de leite do município, que comercializam leite e emitem nota do produtor. A quantidade de sacas de semente será feita de acordo com o valor de notas emitidas, e distribuídas proporcionalmente de acordo com movimento anual, sendo que o mínimo é de uma saca e no máximo quatro sacas.

Segundo ele, os tíquetes já estão prontos, bem como a quantidade de produto que cada produtor tem direito. A secretaria de Agricultura distribuirá para os produtores de leite do município, cerca de 400 sacas de azevém e 200 sacas de aveia.

Na sequência, Edson Kesting apresentou os dados da movimentação econômica do setor agropecuário no município. Sendo as quatro principais áreas de arrecadação: frangos, avícolas, fumicultura, suíno, seguidos pelo leite, bovinocultura, madeira, ovos, mel, milho, extração vegetal, peixes, entre outros. “Orleans tem uma agricultura muito forte. E a movimentação econômica do setor tem aumentado”, ressalta. Na produção de leite, “são produzidos atualmente 52 mil litros de leite por mês”, ressaltou Kesting.

 

BTI – É necessário que nós realizássemos um trabalho em conjunto com a comunidade, para que se busque também realizar recuperação de alguns locais para que o problema seja realmente resolvido. Somente aplicar o produto não resolve o problema. “Dosagem e a forma de aplicação é fundamental para que se obtenha um bom resultado” ressalta Kesting.

Equipamentos disponibilizados pela Secretaria de Estado para o setor de Piscicultura.

Em dezembro de 2017, durante uma visita a Secretária de Estado a trabalho na ocasião, por um acaso eles estavam discutindo distribuição de equipamentos para piscicultura. “Foi então que sugeri que fosse enviado ao município de Orleans, colocando que no município havia uma Associação. Com a concordância dos mesmos, corremos com a documentação para assinar o termo”. Frisou Lucas.

Segundo Fabiano Alberton da Epagri, “a Epagri foi informada em março de 2018, que Orleans havia sido contemplada com um quite para a Associação de Piscicultores”.

Na questão de equipamentos, segundo o presidente da APO, Jorge Cachoeira, tais equipamentos foram solicitados pelas 8 Associações da região ao Secretário de Agricultura durante a Feagro em 2017, em Braço do Norte. Frisa.

O quite que chegou ao município foi colocado em votação pela CMDR e com aprovação por unanimidade, foi disponibilizado para os produtores da APO para ser utilizado pelos piscicultores, para tal será assinado um termo entre município e associação.

Epagri

Fabiano Alberton da Epagri de Orleans, comentou aos presentes, que Nova Veneza buscou em Orleans informações sobre a Rota da Tilápia. Fabiano ainda colocou sobre alguns programas do governo do Estado que são administrados pela Epagri.

“Hoje contamos com 26 quites para o setor agropecuário do município e ainda quites para a apicultura, embora ainda não saibamos em que numero. Se for de acordo, nós da Epagri gostaríamos de disponibilizar os mesmos para quem já participou de um dos treinamentos de capacitação promovido pela Epagri”. Questão que foi acordado por todos.

O representante do IBGE comentou sobre o Censo realizado e pontuou. “Gostaria de agradecer, pois os recenseadores foram muito bem recebidos pelos produtores que colaboraram com o IBGE”. Uma reunião, segundo ele será realizada para demostrar os números referentes a esta pesquisa.

Por : Gerciana Ascari / Imprensa News Sul.