Aposentados | Comissão debate práticas integrativas de saúde

Na ocasião os participantes, junto aos representantes da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Coordenação de Páticas Integrativas

Nos dias 27 e 28 de setembro o secretário geral da COBAP, Luiz Legnani, participou da reunião da Comissão Intersetorial de Promoção, Proteção, Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CIPPSPICS/CNS), em Brasília.

Na ocasião os participantes, junto aos representantes da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Coordenação de Páticas Integrativas, definiram instituir um grupo de trabalho para dar diretrizes básicas para o processo de formação em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde.

Outro encaminhamento foi dar continuidade ao trabalho de levantamento das 29 práticas integrativas e ver as que já fazem parte da Classificação Brasileira de Ocupação (CBO) – documento que reconhece, nomeia e codifica as ocupações existentes no mercado de trabalho brasileiro e regulamenta as profissões. “Vamos articular para que as práticas integrativas existentes que ainda não fazem parte da CBO sejam reconhecidas”, afirmou Legñani.

No encerramento da reunião, após definirem a dinamização de medicamentos homeopáticos, antroposóficos e anti-hmotóxicos com apresentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), os membros da comissão elaboraram uma carta de compromisso para os candidatos às eleições de 2018. No documento definiram o reconhecimento e regularização das práticas integrativas e complementares de saúde.

Por | Livia Rospantini

Compartilhar